A escolha da grama
A escolha da espécie  da grama é fundamental para o sucesso do gramado, considerando o clima, local e objetivo.
Cerca viva
A sanasão do campo vem se destacando como cerca de proteção, já que segura até mesmo o gado com seus 300 espinhos por m²
A escolha do Eucalipto
A escolha do eucalipto está relacionada a algumas vantagens da espécie: crescimento. objetivo e local.
  visitantes online
 

Pimenta Biquinho
edição Agrotropical

A pimenta biquinho é a mais nova opção de investimento nas propriedades rurais. A variedade atraiu a atenção dos consumidores por ser pimenta sem ardor e poder ser saboreada até mesmo como aperitivo. O português Luciano Pereira apostou na especiaria como fonte de investimento e está colhendo os frutos. Há pouco mais de um ano, plantou 1,2 mil pés da pimenta biquinho numa área de 900 metros em Mateus Leme, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Jardim Pequeno
Fig 1. - Pimenta Biquinho

Atualmente, colhe 150 quilos por semana e vende para lojas e restaurantes da capital. Para este ano, pretende triplicar a área plantada e tem planos até de exportar parte do cultivo. "Apostei na biquinho porque era rara e pode ser consumida de várias formas, como tira-gosto ou cozida com carne e arroz", afirma Pereira.
 


Seu investimento inicial foi baixo, em torno de R$ 1 mil, fora o terreno do plantio. O mais difícil é arrumar a semente, que é feita de um cruzamento. Não adianta só arrancar do pé e fazer mudas, pois as descendentes não nascerão com a mesmas características podendo até apresentar ardor. Os pés atingem, em média, altura máxima de meio metro.

A primeira colheita no sítio de Pereira foi feita em seis meses. Agora, colhe duas vez por semana. No período de inverno, entre julho e setembro, a produção da biquinho é bem baixa.

Em época de chuva, o cultivo cai à metade, por isso, deve-se aproveitar o verão. A produção é colocada em garrafas de plástico com água e sal. Outra vantagem do cultivo da pimenta é o fato de não ser um produto perecível, dura até um ano, afirma o produtor Luciano Pereira.

Jardim Pequeno
Fig 2. - Aperitivo de pimenta biquinho

A planta é de porte baixo, ereta e de coloração verde-escura. Frutos de formato triangular arredondado formando um biquinho, medindo cerca de 3,5 a 2,5 cm, com coloração verde-amarelada e vermelha brilhante quando maduros.

Para plantar escolha bem a área do canteiro, preferencialmente terras com alto teor de matéria orgânica. Revolva a terra entre 10 e 20 cm de profundidade misturando para cada 10 m² de canteiro 300 g (1 copo) de adubo Superfosfato de uma fórmula comercial, ou 1,5 kg (1,5 litros) de esterco bem curtido ou húmus uma semana antes da semeadura ou do transplante. Irrigar uma vez por dia, sem encharcar, de preferência no início da manhã ou no final da tarde. A pimenta biquinho também pode ser cultivada em vasos nas residências.

A seguir seguem algumas receitas, inspire-se e crie a sua, vale a pena!

       Vídeo dica

 


 

foto:

PIZZA BIQUINHO 
12 porções

1 kg de farinha de trigo
100 ml de azeite extravirgem
20 g de fermento biológico
1 colher (sopa) de sal
1 dose de cachaça
1 copo de água
COBERTURA
100 g de mussarela
50 g de pimenta-biquinho
20 ml de azeite
2 tomates sem pele e sem sementes, batidos no liquidificador
1/2 maço de rúcula cortada à juliana (bem fininho)
10 folhas de manjericão

MASSA
1 Dissolva o fermento na água, junte a cachaça e o azeite. 2 Adicione a farinha e misture, até ficar bem consistente. 3 Faça bolinhas de 120 g em média (do tamanho de uma bola de tênis). 4 Com um pau de macarrão, abra a massa em formato de disco, com espessura bem fina.
MONTAGEM
1 Espalhe o molho de tomate sobre o disco de pizza, evitando as bordas. 2 Coloque por cima a mussarela e as folhas de manjericão. 3 Na borda, derrame um fio de azeite. 4 Asse em forno de pizza, a 350 oC. 5 Retire-a do forno e adicione as folhas de rúcula e a pimenta-biquinho, por cima da mussarela.
Receita do chef Volmar Zocche, para 1900 Pizzeria.

 

foto:

CAIPIRINHA DE TANGERINA COM PIMENTA-BIQUINHO 
4 doses

80 g de pimenta-biquinho
50 g de açúcar; 200 ml de cachaça 
20 ml de xarope de banana
1 pitada de sal; 2 tangerinas sem caroços
Bastante gelo

1 Machuque a tangerina com o açúcar e 1/3 da pimenta-biquinho. 2 Incorpore o xarope de banana, sal, cachaça e gelo. 3 Mexa bem. 4 Adicione a pimenta restante, inteira, e sirva imediatamente.

BOROGODÓ
4 PORÇÕES

600 g de carne-seca, dessalgada, cozida e desfiada;
1/2 cebola cortada em juliana, bem fina; 3 colheres (sopa) de manteiga-de-garrafa; 1 colher (chá) de cebolinha verde, cortada fininha

BAIÃO-DE-DOIS
300 g de arroz branco
100 g de feijão de corda
80 g de queijo de coalho em cubinhos
60 g de pimenta-biquinho
1 colher (sopa) de cebola picada
1 colher (sopa) de manteiga-de-garrafa
Azeite de oliva e alfavaca (manjericão grande) a gosto
Finalização
CARNE-SECA
1 Em uma frigideira, refogue a cebola na manteiga-de-garrafa. 2 Junte a carne-seca e finalize com cebolinha.
BAIÃO-DE-DOIS
Doure a cebola na manteiga-de-garrafa e adicione a pimenta-biquinho, o arroz, o feijão de corda e o queijo de coalho.
MONTAGEM
Sirva a carne acompanhada do baião e core com gotas de azeite de alfavaca (manjericão grande) e algumas pimentas-biquinho curtidas em conserva de vinagre e cachaça. 

PIRÃO DE CAMARÃO COM PIMENTA-BIQUINHO
4 PORÇÕES
200 g de camarões cinza, limpos e sem a tripa; 100 g de tomates sem pele e sem sementes; 100 g de farinha de copioba 
400 ml de caldo de peixe, elaborado com cabeças de camarão
2 colheres (sopa) de cebola picada
1 colher (chá) de alho picado
1 colher (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de óleo de urucum 
4 colheres (sopa) de pimenta-biquinho em conserva
Sal e pimenta-branca moída na hora 
1 Em uma frigideira de barro, aqueça o azeite e o óleo de urucum. 2 Refogue a cebola e o alho. 3 Adicione os camarões e os tomates e tempere com sal e pimenta-branca. 4 Acrescente o caldo de peixe previamente aquecido. 5 Incorpore, aos poucos, a farinha de copioba, mexendo vigorosamente. 6 Deixe o pirão engrossar. 7 Retire do fogo, junte a biquinho e conserve em banho-maria, até o momento de servir. 
Dica de chef: sirva com barquinhos de beiju 
de tapioca.

CONSERVA DE PIMENTA-BIQUINHO
1 copo (americano) de vinagre branco
1 copo (americano) de cachaça
1 colher (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de sal
Pimentas selecionadas
1 Prepare uma calda com vinagre, cachaça e açúcar, e leve essa mistura para ferver por 2 minutos. 2 Branqueie as pimentas: coloque-as na água fervente e deixe-as ferver por cerca de 20 segundos. 3 Retire-as da água e, imediatamente, transfira para um recipiente com água gelada. 4 Em seguida, acondicione as pimentas em um vidro esterilizado e conclua com a calda quente por cima; se quiser enriquecer o sabor, acrescente à conserva dentes de alho ou cebola. 5 Tampe o vidro e leve-o ao fogo, com a boca virada para baixo, em uma panela com água e uma flanela por baixo do vidro até ferver. 7 Tire da água e somente depois leve a esfriar, para que o vidro não estoure. 

(*) Receitas do chef Maurício Ganzarolli, do restaurante Bananeira, Rua Mal. Hastimphilo de Moura, 417, tel. (11) 3502-4635, São Paulo, SP.

100 gramas de pimenta-biquinho contêm:

> 27 calorias
> 92,1g de água
> 0,89g de proteínas
> 0,19 g de lipídios
> 2 g de fibras
> 6,4 g de carboidratos
> 0,3 g de minerais
>190 mg de vitamina C

(*) Fonte: Embrapa Hortaliças

Um dos locais seguros de adquirir as legítimas sementes de pimenta biquinho é na loja virtual da Agrotropical, procure sementes certificadas e registradas para não ter prejuízo.

 

 

Agrotropical.org © 2007 • Empresa certificada • Todos os direitos reservados